Restrições na alimentação da mãe que amamenta?

Se você já amamentou ou está amamentando o seu bebê, com certeza já ouviu de alguém que você precisa parar de comer uma lista de alimentos para que seu bebê não tenha cólicas.

Confesso que uma coisa que me dá desespero é saber de restrições desnecessárias recomendadas às mamães que estão amamentando. Como se não bastassem todos os desafios do puerpério, você ainda se vê privada de consumir vários alimentos que gosta e está acostumada.

Vamos então à realidade: restrições na alimentação da mulher que amamenta devem ser orientadas por nutricionista, caso exista real necessidade. (Como numa alergia alimentar devidamente diagnosticada pelo médico). Retirar alimentos da dieta da mãe não previne alergias ou cólicas, já que as cólicas são fisiológicas no início da vida, pois o intestino do bebê está terminando de amadurecer. Além disso, a variedade alimentar é o que faz a nutrição de mãe e bebê ser alcançada, é o que dá imunidade e energia para essa mulher que já está com o sono comprometido e com cansaço físico e emocional.

O que precisamos fazer é cuidar da qualidade dessa alimentação, trazer os mesmos princípios da alimentação na gestação: variedade, comida de verdade, redução de aditivos alimentares como corantes e conservantes, preferência aos orgânicos. E não restringir comida de verdade: arroz, feijão, brócolis.

Se você percebe seu bebê mais agitado ou incomodado quando você consome alimentos específicos, converse com a sua nutri e ela irá te ajudar a identificar e fazer substituições, se necessário.

Voltar